Tudo o que eu preciso eu encontro em mim!

terça-feira, 2 de março de 2010

" só pro meu prazer..."

Eu não imaginava,aliás, eu não acreditei! Porque eu imaginava e desejava sempre... E a confusão do : tão perto e tão longe ao mesmo tempo, confudia, de fato e deixava a dúvida do 'será ?' Tudo isso me fazia borbulhar por dentro, na veia, nos sistemas, músculos, pele, sentidos, enfim... tudo. Eu sentia tudo acontecendo. Assistia, aplaudia e pedia mais. Mas o 'tão longe' era como o 'cãozinho' da vez e me fazia pensar: - As cortinas já se fecharam, acabou a peça... Mas aí o lado ' tão perto' lembrava: - o teatro ainda está lá, basta você contracenar e olhe que tens talento pra isso. E o fato de continuar sentindo a mesma coisa, tudo de novo,como um ciclo não me quietava. E por mais que eu tivesse a certeza e a telepatia ( aquela que nunca nos faltou) ainda não era suficiente , não era satisfatório( e nem devia). Decidi que eu precisava me desobedecer. Sim... Eu devia quebrar laços e principalmente os nós que fiz comigo mesma. Mesmo eu sendo a criatura mais fiel que existe nesse mundo comigo mesma. Mas... Analisei e pensei, não estou me desobedecendo, estou agindo de acordo com os meus impulsos. Impulsos contrários, mas que são MEUS. Impulsos nem sempre fazem acontecer a atitude certa, mas nada era certo mesmo. Fui lá e mergulhei, mais uma vez: de cabeça no escuro e sabendo que tinha uma grande pedra lá por baixo... A agua estava ótima, o mergulho foi um dos meus melhores e a pedra ainda não machucou minha cabeça, nem o coração. Que bom! Porém, o vitorioso és tu, ainda... Mas o sorriso e toda a intensidade que te preencheu fui eu quem criei ,fui eu quem fiz. " e eu te recriei, só pro meu prazer..."

Nenhum comentário: