Tudo o que eu preciso eu encontro em mim!

domingo, 28 de março de 2010

Um dia perfeito!

Eu nunca postei foto minha aqui. Fiz o blog pra expressar sentimentos por imagens, palavras e coisas do tipo. Mas, o post de hoje merece foto minha. Tirada no meu melhor dia! E eu ainda nem sabia da imensidão que tudo ia ser, não imaginava que pudesse ser tão bem comemorado, nem desconfiava das surpresas, mas sonhei com elas... " Cuidado com os seus sonhos, eles podem se tornar realidade." Pois bem! O meu dia começou maravilhoso. Desde as 00:00 horas de 25 de março, acordei com meu amor me desejando os parabéns e tudo o que mais podia... Depois mensagens e mais mensagens cada uma com um gostinho diferente de amor, todas de pessoas especiais e de pessoas que se tornaram um pouco mais por me surpreender. Mesmo sendo com tão pouco. É aquela metáfora do pouco que é muito e coisa e tal. rs Só eu entendo os meus complexos, eu acho. ^^ Quando cheguei no trabalho,tudo lindo, decorado, cheio de poeminhas (que eu adoro), muitas palavras gratificantes, uma paz de espírito,sorrisos, abraços, brilho nos olhos. Tudo isso contido na felicidade, minha e de quem me acompanhava... No intervalo do horário de almoço mais surpresas e carinho. Pela tarde festa no trabalho... Bolo, presentinhos ( meu lado fútil sempre esteve ativo também) hahaha e tudo mais de bom. A noite festa em casa de novo, no aconchego do que me sustenta: FAMÍLIA! Muito barulho e felicidade... haha Mas antes disso,teve a ligação do dia... =x O melhor presente! =x E toda a intensidade à qual me refiro. E nem foi preciso muito, tudo tão pertinho, tudo tão certo. Tanto desejo e pessoas dispostas a realizá-los, então... =x " Por amor ou euforia, tudo de novo eu faria." Nem posso falar muito nisso e acho que nem preciso. Então,encurtando o papo: Foi PERFEITO! Saindo da tua casa e voltando pra minha... tudo liiiiindo! Ah... e a noite? A noite é uma criança... hahaha [666] Foi MUITO FELIZ! As minhas amiguinhas liiiindas. Todo mundo que me encontrava, desejava os parabéns... Encontrei pessoas que adoro e que fizeram a noite ficar melhor, melhor até o ponto de não poder mais melhorar. Se é que alguém me entende! Cheguei em casa, moooooorta de cansada e pensando como ia trabalhar no outro dia (sexta). AGRADECI A DEUS pelo dia maravilhoso, perfeito, do jeito que eu sonhei... ele REALIZOU tudo isso! E devagar e sempre vem me proporcionando. De grão em grão coisas maravilhosas em minha vida vem acontecendo. Só peço que tudo continue. Eu estou, mais do que nunca, MUITO FELIZ! Não tenho do que reclamar, só agradecer e como não me contenho com nada,não importa qual tamanha a felicidade seja, peço mais... QUERO MAIS! E vou encerrando com uma frase de Clarice Lispector, que eu sempre soube, mas ultimamente eu tenho sentido: Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muuuuito. ____________________________________________________________________ Obrigada a todos que foram os responsáveis por me satisfazer por com-ple-ta!

sexta-feira, 19 de março de 2010

Amor de infância é pra sempre.

Eu sempre fui muito intensa quando se falava em sentimentos. E de acordo com isso, sempre quis ter um "amor de cinema." Eu me arrepiava assistindo Romeu e Julieta e o clássico dos clássicos Titanic. Eu só tinha 12 anos, mas já tinha você, pertinho de mim... E talvez essa tenha sido a segunda nossa melhor época, a época da inocência de amar sem pecado, da naturalidade do sentimento, do amor sem cobranças e até mesmo sem conhecimento. Eu ainda não sabia que era você... e você bem guardadinho do meu lado o tempo todo. Crescemos juntos. Sorrimos, choramos, brincamos, amamos, brigamos, ignoramos, perdoamos... Acho que já conjugamos todos os verbos. e inacreditavelmente; nos separamos, nos afastamos. Por obrigação do destino! Mas ontem, nos encontramos, nos esbarramos, nos ENTREGAMOS. Nos entregamos em olhares, pensamentos e palavras. Em gestos, atitudes e até em silêncio. A gente se encaixa demais... A nossa história é linda! É o filme que eu mais gosto de assitir, é onde sou protagonista, mas não sou eu quem dirige o roteiro... nem você. Você é coadjuvante. E o autor disso tudo é o nosso Deus. Aquele que você disse ontem que acreditava nele, eu também acredito e confio. Por isso,agora, estou entregando completamente nas mãos dele. No mesmo instante que já agradeço por eu ter vivido uma história linda, baseada em fatos reais, com sentimentos, emoçoes, intensidade e satisfação. Eu agradeço por já ter a sorte de ter vivido um grande amor. Eu não poderia morrer sem saber o que é isso. Eu tive o que eu sempre quis. Na intensidade que desejei. Morri de amor e tô vivendo! Não tenho do que reclamar... Independente do rumo que a vida vai nos levar. Eu tenho,aqui dentro de mim a certeza de que, há 3 casas de distância ou 3 países: você vai lembrar da gente. Me conforta.

quinta-feira, 18 de março de 2010

" Me leve para a sua casa,eu quero dormir onde você mora."

Tanto tempo faz que a gente não se via A saudade me enganou e deu lugar à nostalgia E já não me interessa onde estivemos sem saber Sobrou em pensamento o desejo de te ter

Os nossos passos finalmente se encontraram Os seus olhos ainda tentam se enganar Os nossos elos estão presos amarrados E a gente insiste em tentar não entender

Não será que é amor Não será que é amor Que a gente sente? E agora um passado que insiste em ser presente Me lembra que esqueci de como é bom te ver Faz estar em nós tudo aquilo que é distante Meu olhar, o teu perfume, o teu gosto e o meu sangue

Os nossos corpos finalmente se encontraram Mas nem sempre um corpo é objeto do amor A não ser que ele se explique uma emoção O medo de perder ou a incerteza de encontrar

Não sei que é amor Não será que é amor Que a gente sente?

_________________________________________________

Eu vou deitar,desligar a luz, lembrar da gente e chorar...

Não tô triste, não se chora de tristeza, apenas.

Não sou louca, nem depressiva.

SOU HUMANA, VIIIIVA, CAAARNE, EMOÇÃO, I N T E N S A DEMAIS.

Deixa eu chorar, vai...

quinta-feira, 11 de março de 2010

Qual o sentido da vida?

Repito: qual o sentido da vida? e até questiono: será, que há algum sentido? Tenho me perguntado sobre isso, tenho parado pra pensar no porquê de tais fatos, de atitudes e de consequências. No caso das consequências ainda é mais fácil acreditar na teoria do espelho: tudo o que você faz, reflete de volta pra você. Mas e quando o que a gente faz não é reconhecido? E quando não enxergam o que deveriam? E quando cobram mais e se doam menos? São tantas dúvidas... Dúvidas que não esperam, preenchidas de urgências humanas. Daquelas que matam mesmo... O que continuar fazendo? Até quando um ser humano se sustenta fazendo só a sua parte? Até agora não conheço ou não quero conhecer alguém tão paciente e perseverante. Cadê o movimento? O movimento que dá o "sentido" à vida,para sentir-se viva, que flue e faz acontecer naturalmente. Em que pedaço da estrada ele ficou perdido? Vale a pena voltar e ir procurá-lo ou seguir em frente tentando achar algum ponto de referência? (...) Pois bem, não sei. E de novo; a dúvida... que dessa vez me fez parar. Logo eu,que não olho pra trás, que não penso em nada, que sempre sei o que fazer - estou aqui perdida- procurando um sentido ou pelo menos uma direção. Talvez o que eu tenha perdido fora os sentimentos... Não dá pra chorar, nem pra rir. Cadê meu coração?

" Os meus sonhos foram vendidos tão barato que eu nem acredito..."

Eu olhava o relógio de um em um segundo, torcendo pro dia acabar logo e eu poder colocar o outro travesseiro no meio das pernas e endireitar minha coluna e dormir com menos dor.

sábado, 6 de março de 2010

Talvez eu exagere...

Talvez eu exagere...

Em te amar demais;

Em te querer demais;

Em te pedir demais;

Em te cobrar demais;

Em me doar demais;

Em esperar demais;

Em desejar demais;

Em te abstrair demais;

Em me arriscar demais;

Em te esconder demais;

Em me irritar demais;

Em te culpar demais...

Talvez eu não perceba que:

Tu me amas necessariamente demais;

Me queres desde sempre e isso vale mais;

Te ofereces como opção única e isso é o mais que se faz;

Fazes tudo que está ao teu alcance e isso já é tudo;

Me recebes e me satisfaz, por isso eu sempre quero mais;

És pontual e eu ansiosa, por isso te espero antes e acho demais;

Tu estais sempre certo, sempre me amando,sempre me desejando, errando mas concertando, indo mas sempre vindo... e isso é bom demais!

é... Talvez eu exagere...

terça-feira, 2 de março de 2010

" só pro meu prazer..."

Eu não imaginava,aliás, eu não acreditei! Porque eu imaginava e desejava sempre... E a confusão do : tão perto e tão longe ao mesmo tempo, confudia, de fato e deixava a dúvida do 'será ?' Tudo isso me fazia borbulhar por dentro, na veia, nos sistemas, músculos, pele, sentidos, enfim... tudo. Eu sentia tudo acontecendo. Assistia, aplaudia e pedia mais. Mas o 'tão longe' era como o 'cãozinho' da vez e me fazia pensar: - As cortinas já se fecharam, acabou a peça... Mas aí o lado ' tão perto' lembrava: - o teatro ainda está lá, basta você contracenar e olhe que tens talento pra isso. E o fato de continuar sentindo a mesma coisa, tudo de novo,como um ciclo não me quietava. E por mais que eu tivesse a certeza e a telepatia ( aquela que nunca nos faltou) ainda não era suficiente , não era satisfatório( e nem devia). Decidi que eu precisava me desobedecer. Sim... Eu devia quebrar laços e principalmente os nós que fiz comigo mesma. Mesmo eu sendo a criatura mais fiel que existe nesse mundo comigo mesma. Mas... Analisei e pensei, não estou me desobedecendo, estou agindo de acordo com os meus impulsos. Impulsos contrários, mas que são MEUS. Impulsos nem sempre fazem acontecer a atitude certa, mas nada era certo mesmo. Fui lá e mergulhei, mais uma vez: de cabeça no escuro e sabendo que tinha uma grande pedra lá por baixo... A agua estava ótima, o mergulho foi um dos meus melhores e a pedra ainda não machucou minha cabeça, nem o coração. Que bom! Porém, o vitorioso és tu, ainda... Mas o sorriso e toda a intensidade que te preencheu fui eu quem criei ,fui eu quem fiz. " e eu te recriei, só pro meu prazer..."