Tudo o que eu preciso eu encontro em mim!

quinta-feira, 18 de março de 2010

" Me leve para a sua casa,eu quero dormir onde você mora."

Tanto tempo faz que a gente não se via A saudade me enganou e deu lugar à nostalgia E já não me interessa onde estivemos sem saber Sobrou em pensamento o desejo de te ter

Os nossos passos finalmente se encontraram Os seus olhos ainda tentam se enganar Os nossos elos estão presos amarrados E a gente insiste em tentar não entender

Não será que é amor Não será que é amor Que a gente sente? E agora um passado que insiste em ser presente Me lembra que esqueci de como é bom te ver Faz estar em nós tudo aquilo que é distante Meu olhar, o teu perfume, o teu gosto e o meu sangue

Os nossos corpos finalmente se encontraram Mas nem sempre um corpo é objeto do amor A não ser que ele se explique uma emoção O medo de perder ou a incerteza de encontrar

Não sei que é amor Não será que é amor Que a gente sente?

_________________________________________________

Eu vou deitar,desligar a luz, lembrar da gente e chorar...

Não tô triste, não se chora de tristeza, apenas.

Não sou louca, nem depressiva.

SOU HUMANA, VIIIIVA, CAAARNE, EMOÇÃO, I N T E N S A DEMAIS.

Deixa eu chorar, vai...

Um comentário:

Anônimo disse...

simplesmente lindo