Tudo o que eu preciso eu encontro em mim!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Você sabe conjugar o verbo SER?







Ser sincera demais consigo mesma prejudica os outros?
Não sei se é bem "sinceridade"  mas é algo com o mesmo sufixo.
Pode ser realidade, integridade e até verdade, mas nunca ingenuidade, NÃO MAIS.
Depois de tentar acreditar no mundo, nas pessoas e no que elas dizem ou fingem que fazem, você quebra a cara, quebra mesmo e depois disso acreditar de novo é coisa de otário. E isso eu não sou.
Por isso sou assim. Assim com ponto final e pronto. Achou ruim? Você tem todo o direito.
O problema, e o motivo de fazer um texto sobre isso é que ás vezes eu me prejudico. Me prejudico por não fingir.
Mas se eu não consigo "teatrar" com os outros, como conseguiria comigo?
Dar um sorrisinho falso é simples, mas em mim, exercita o meu maxilar e isso só acontece se eu estiver disposta, eu não vou fazer qualquer esforço " de graça" por você. Não se eu não quiser me doar, se você não me fizer envolver ou até mesmo por merecer.
Eu vejo a minha companheira de trabalho se levantar pra dar bom dia todos os dias pra minha patroa. Mas eu não tô afim mesmo põ, isso é de mim, tudo bem se ela é carinhosa, mas eu sou FRIA entende? são personalidades diferentes...  e ainda isso dá uma preguiça... e pra estender mais  eu acho isso SUPER FALSO E PUXA SACO.
O engraçado é que ela ganha mais do que eu?
Eis a dúvida , merece mais quem finge mais? Isso é ridículo!
Pois bem, eu NUNCA vou dar o tal bom dia pra ganhar um acréscimo no final do mês,
do mesmo modo que não vou dar um beijo de tchau se eu não estou com vontade de tocar naquela pessoa. Pra que demostrar que sou carinhosa? Como? Se não sou?
Tem muita gente que faz isso e também não é.
Eu não consigo falar de uma pessoa, julgá-la e abrir minhas opniões ruins sobre ela e depois comprimentá-la como uma amiga, ou pelo menos, uma colega. Como se o que foi dito tivesse sido esquecido. Uma palvra dita, não volta nunca mais!
Isso não é legal e,no mais, minhas opniões só interessam à mim.
Então, que eu me questione comigo mesma.
Não gosto de falar de conversar demais ou perguntar.
" Sábio é aquele que sabe ouvir e calar. "
 Eu me irrito quando vejo alguém fazendo isso, fazendo "cena".
Isso é pa-té-ti-co, vocês são ri-dí-cu-los.
Até quando vão fingir que trabalham?
Até quando vão achar que são espertos por enrolar os demais?
Até quando vão ser falsos?
Até quando vão fingir que são bons? Esconder os defeitos? Tentar agradar o tempo todo?
Recadinhos em orkut com milhões de corações e te amo em maiúsculo. Você sabia que enfatizar em maiúsculo na internet significa gritar? Por isso, repito: vocês são ridículos, não sabem nem ao certo pronunciar. Ignorantes!
Tirem essa máscara, já passou o carnaval.
Bata o pé, se fixe e seja verdadeiro.
Agora eu grito:
SE ASSUMAM, SAIAM DAS SUAS TOCAS, DÊEM Á CARA A TAPAS, OS OUVIDOS Á GRITOS, A ALMA Á DECEPÇÕES. O que mais vinher, de bom,  é lucro e merecedor.
Agora, Por favor, não sejam infiéis com vocês.
SE RESPEITEM , PELO MENOS! SE POUPEM!
Sejam firmes ao ponto de aceitar e administrar os seus defeitos, caso contrário, és inferior aos mesmos.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

É sempre você.





Acaba dia, começa dia e eu penso em você...
Penso onde você está;
Penso se você já se alimentou;
Penso se alguém fez teu sanduíche ou se deu tempo descer pra tomar o café na casa da sua vó...
Me agarro ao travesseiro, olho pro meu mural e vejo uma foto nossa, em um aniversário surpresa que tive, eu devia ter uns 6 anos. Você está ao meu lado, batendo palmas e fazendo cara de abusado para a foto, como sempre.
Lembro então do que me dissestes quinta: -" Thays, tu vai ter que me aguentar até o fim da tua vida!
Encerro a frase com exclamação porque dissestes em um ênfase de certeza misturado com uma vontade de estar junto...e isso é bom, no entanto se exclama mesmo.
O fato é que esse "filme"  roda a minha cabeça todos os dias.
Por vezes a mesma parte; cenas repetitivas, cenas idealizadas, cenas que eu tenho vontade de contracenar com você, até cenas que eu nunca vi.
Estranho e comum, comum de dois, comum da gente.
No aconchego de lembranças, cenas e desejos levanto e eis que começa o meu dia.
Passo sempre pela frente da tua casa e de novo te imagino... não é perseguição, é inevitável!
Eu penso se um dia eu vou acordar contigo, acordar quentinha, em um dia de chuva , se der pra escolher ^^ como o de hoje, pode ser, eu penso e não sei responder.
É tudo tão certo e tão errado.
É tudo tão ao mesmo tempo... isso complica, não é?
Complica mas não atrapalha e talvez seja até o que tempere o nosso sabor. (sem cebola, claro.)
Eu fico tentando desvendar o que está por trás dos teus olhos fixos ao me olhar, me admirar, me perceber,me observar.
O que está por dentro do teu corpo que chama por mim?
Por que teu coração bate mais forte,quando eu deito contigo? Ele pulsa na minha pele, EU SINTO.
Por que você fica nervoso quando me encontra sem querer?
Por que você perde o equilibrio na moto?
Por que, por que, por que?
Isso tudo também acontece comigo e na sequência eu venho aqui despejar que : EU AMO VOCÊ.
Onde você está despejando o que você sente?
Não é justo um outro alguém o meu amor receber...

domingo, 16 de maio de 2010

Azul: sossego, paz, tranquilidade!



Estou FELIZ!
Isso me rende uns quilinhos a mais e uns textinhos a menos...
haha :)
Só pra não perder o costume de desabafar aqui! 

sábado, 8 de maio de 2010

Uma é pouco, duas é bom.









Nada melhor, mais satisfatório, sublime e justo do que escrever para quem me pôs no mundo, quem me esperou contando os dias e me aconchegou da melhor forma possível.
Uma palavra tão pequena, tão simples, tão forte e tão completa ao mesmo tempo; Mãe/Vó.
Em matéria de família eu nunca tive do que reclamar... eu tenho tudo o que eu preciso ter.
E nesse ponto eu encontro o conforto e o exagero do amor que eu tanto gosto, deve ser por isso que, sou assim...
Não é só pelo fato de ser mãe, ou vó (que é mãe 2 vezes.) é pelo fato de ser amada MESMO!
Me faltam palavras para explicar o tamanho do sentimento, mas também, nem necessário seria, pois, qualquer um que ler isto aqui sabe o que se sente e como é que tudo funciona.
Quantas noites de sono perdeste pensando e cuidando (de longe) de mim?
Quantos conselhos certos(uns eu nunca ouvi)...
Quantas vezes deixaste de comer algo porque eu queria...
Comprar algo pra ti, porque deste prioridade à mim.
Quantas vezes me proibiste de sair só pra ter a certeza de que, pertinho de ti, eu estava bem e você também.
Quantas vezes enxugaste minhas lágrimas e ordena-se que: eu levantasse a cabeça, mesmo sabendo que eu iria cair de novo, mas ... eu sempre ia ter pra onde ir.
Quantas reclamações corretas...
Quantos puxões de orelhas bem dados...
Quanto cuidado.
Quanto carinho.
Quanto amor.
Quantas vezes te levantaste só para ver se eu estava dormindo...
Quantas vezes brigaste comigo e fosse deitar com o coração bem pequenininho,um nózinho que eu também sentia ao quarto ao lado.
Quantas coisas comemoramos.
Quantas vezes contemplamos.
São inúmeros detalhes, resumidos em uma frase afirmativa, decretando que: SEMPRE NOS DOAMOS!
E é por isso que eu estou aqui, dizendo da minha forma, que: não existe nada igual, nenhum amor tão incondicional... vocês são as melhores em questão de sentimentos correspondidos!
Parabéns por este dia, Parabéns por SABER ser MÃE!
Não deve ser fácil não... eu só posso dizer que admiro e que a cada dia aprendo mais com vocês, da mesma forma que, também ensino.
Vai ser sempre assim, uma troca...
uma troca de ajuda, de companheirismo e sintonia.
Vocês são únicas e inesplicáveis.
Eu as amo mais do que qualquer ser humano!
E o Rei não errou quando disse: " e  não há nada pra comparar, para poder lhe explicar... Como é grande o meu amor por você!"
FELIZ DIA DAS MÃES!